Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 17 de maio de 2012

As portas do inferno não prevalecerão contra a Igreja do Senhor.

"Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela; E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.” Mateus 16:13-19


A Pedra fundamento sobre a qual as portas do inferno não prevalecerão.

"O Senhor vive; e bendito seja 
o meu rochedo,e exaltado seja 
o Deus da minha salvação". 
Salmo 18:46
Resolvi escrever sobre o assunto apresentando o que já está escrito tanto no Velho quanto no Novo Testamento e como em todos os casos podemos ver que diante da vastidão de textos sobre a Rocha e a Pedra de Israel, Roma só apresentou o que lhe interessou na sua particular, nociva e mesquinha interpretação.
 Recentemente recebi um Email sobre algo acontecido no ano de 1553, onde Sua Santidade o Papa Júlio III, ordenou a três dos seus mais sábios bispos que fizessem um estudo sobre o que a bíblia ensina e o resultado foi assustador sendo apresentado o documento Direções Concernentes aos Métodos Adequados a Fortificar a Igreja de Roma. Eles concluíram que os ensinos de Roma não tinham nada a ver com a bíblia e orientaram que tal livro não podia de forma nenhuma chegar às mãos do povo, sob o risco do clero e o Papa serem odiados pelo povo.
Link:

A Igreja do Senhor Jesus.

Ela nasceu no dia de Pentecostes em Jerusalém em meados do primeiro século, onde os discípulos reunidos em oração em obediência ao “Ficai em Jerusalém até que alto sejais revestidos de poder” foram batizados com o Espírito Santo. Também ali se cumpriu o dito por João o Batista, a voz do que clama no deserto, que ele que veio em virtude e poder de Elias, e tipo da Igreja batizava nas águas e que Jesus o Cristo de Deus, batizaria com o Espírito Santo e com fogo.
De imediato a igreja primitiva foi perseguida pela religião pro-forma e aonde os crentes iam fugindo da perseguição anunciam a salvação de Deus em Cristo Jesus. Paulo de perseguidor passou a ser missionário perseguido e o evangelho chegou ao mundo conhecido de então.

As portas do inferno começavam a se abrir sobre a Igreja do Senhor.

A Chave . De qual porta?
Era o tempo do Império Romano, com os “Césares Augustus”, descentes da cabeça de ouro Nabucodonosor, o Grande Imperador da Babilônia. Esses eram tidos como deuses. Acontece que para a igreja do Senhor e Santo de Israel, composta de Crentes renascidos... SÓ O SENHOR É DEUS E SÓ DEUS É O SENHOR. Em razão de tal confissão de fé os fieis não se dobraram diante da estatua de Nabucodonosor, nem de Cesar e nem diante de ninguém que se coloca como Deus, no lugar de Deus na terra. Teve inicio a insurreição dentro do domínio do Império Romano, a autoridade e deidade de Cesar estava sendo ferida.
Tal insurreição já não era mais um problema dos judeus, mas do ameaçado império dos Césares, pois aqueles crentes morriam, mas não confessavam a Cesar como Senhor. A perseguição foi ao auge e as multidões se deleitaram com a carnificina no coliseu, porém já por volta de 350 d.c, o Imperador Constantino chegou à conclusão de que não adiantava perseguir os cristãos e que a perseguição funcionava como um depurador da fé e na morte de um outros tantos se convertiam até mesmos seus oficiais. Então a astuta decisão... SE NÃO PODEMOS COM ELES JUNTEMO-NOS A ELES.
Foi fácil. Bastava um decreto seu e todo o império passaria a ser cristão. E Vapit e vupit. É claro que sua posição como Imperador Infalível e digno de honras e glórias não podia mudar e ele só fez mais alguns arranjos e se intitulou MAIORAL DE TODOS OS SEUS SÚDITOS. Mais tarde com o fim do império territorial e com os acertos finais não caberia mais o título de Imperador e esse passou de imperador a Líder Máximus da religião Cristã, e se intitulou o Papa e Santo Padre e Pai Santo.
Inquisição ? Difícil de acreditar.
As portas do inferno começavam a se abrir sobre a Igreja do Senhor e por centenas de anos a terra permaneceu na escuridão. Cientistas e sábios foram mortos, pois se constituíam um perigo para a igreja que a todo custo procurou manter os seus súditos nas trevas da ignorância. A situação permaneceu em total escuridão e avançando mais e mais para as trevas e muitas coisas totalmente opostas às Escrituras que na época era totalmente desconhecida do clero, foram introduzidas como práticas cristãs.Tudo que desse dinheiro para a fortuna da igreja, Roma estava dentro até com a famigerada venda das indulgencias. Adulteraram tudo e tiveram até a chance pela posição de então, de destruir todos os escritos dos discípulos de Jesus e até mesmo o Velho Testamento. Todavia pelo intervenção direta do Deus Todo Poderoso, por santo desconhecimento ajudaram a preservá-la como vemos no estabelecimento e decisões do Concilio de Hipo sobre o cânon bíblico de 66 livros, por volta de 393 d.c, (Se você fizer questão de considerar ali os apócrifos não vai mudar a verdade absoluta da salvação pela graça por meio da fé, pelo sangue de Jesus o Cristo de Deus); Mas sei que Deus o Senhor O Santo de Israel é Fiel e Todo Poderoso e preservou a sua Palavra Escrita. A coisa estava feia e indo de mal a pior, até por volta de 1000 d.c. Coitada da humanidade de então, quanto sofrimento, quanta miséria resultante ]da ação de homens inescrupulosos e amantes de si mesmos!
A realidade é  que durante muito tempo imperou o materialismo disfarçado e a terra sofreu muito com isso. Povos e nações de todas as línguas e famílias sofreram e foram violentadas pelo Sistema Politico Religioso, hoje aperfeiçoado no Sistema Poliecoreligioso.

Lei marcial. A inquisição Medieval.

O Espírito do Deus Vivo trabalha e começou o interesse pelas escrituras e o gemido de algumas preciosas almas sobem até ao trono do Altíssimo e a luz começa a raiar e a incomodar as trevas e seus príncipes e assim como era de se esperar por volta de 1184, foi instituído pelo Conselho de Verona “A Inquisição dos herege”.
O Livro do Deus Eterno.
Homens como Thomas de Aquino tiveram sua importância especial naquela época com seus escritos e de repente como resposta a ação do Espírito de Deus um homem fanático pelas Escrituras...
E o grito da voz do que clama no deserto de Florença... O povo de toda a Itália afluía, em número sempre crescente, a Florença. A famosa Duomo não mais comportava as enormes multidões. O pregador, Jerônimo Savonarola, abrasado com o fogo do Espírito Santo.... 
JERÔNIMO!!!! Abalando as estruturas das portas do inferno que não iriam prevalecer contra a Igreja do Senhor. Aleluia! oh glória!
http://eltimafonso.blogspot.com.br/2012/04/o-povo-de-toda-italia-afluia-em-numero.html

A Rocha e a Pedra de Israel:


“E, chegando Jesus às partes de Cesaréia de Filipe, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do homem? E eles disseram: Uns, João o Batista; outros, Elias; e outros, Jeremias, ou um dos profetas.

Olha os personagens apresentados aqui e os consideremos em relação a Pedro. João o Batista MAIOR que Pedro e maior do que todos os nascidos de mulher, e Elias & Carro de fogo.

Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou? (Imaginemos aqui Pedro respondendo á pergunta do Senhor: Tu és o Cristo o filho da Mãe Maria e etc.) O que o Senhor diria a Pedro? Aqui vou deixar o leitor responder.
“Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou? E Simão Pedro, respondendo, disse:Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus.

Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela; E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.” Mateus 16:13-19


Analisando o texto.


“eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra (Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.) edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela...“Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.” 1ª Corintios 3:11.

“Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina;” Efésios 2:20.

A chave foi dada á igreja Edificada sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina

E os remidos do Senhor, resgatados pelo seu sangue nas palavras o próprio Apostolo Pedro: “E, chegando-vos para ele, pedra viva, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa, Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo.” 1ª Pedro 2:4-5.
Um exemplo maravilhoso da chave do reino do céu em ação e a igreja casa espiritual e sacerdócio santo, perdoando pecados está na experiência de Estevão que ao ser apedrejado intercedeu  e fechou a porta do inferno e abriu a do Céu para Saulo que foi transformado em Paulo.
 Para entender melhor: Jesus o Fundamento e Pedra Angular = A Cabeça; Igreja Santa, composta crentes renascidos pedras vivas que são os seus  membros  = O Corpo.
Ele morreu , ressuscitou, subiu ao céu e está na destra do Pai Nosso que está no Céu (Mateus 23:9) intercede pelo seu corpo Igreja Santa porém composta de homens falhos e pecadores, que não podem nada sem Ele (João 15:5) mas que movidas pelo seu Espírito e Voz, em perfeita comunhão como estevão que diante das pedra não baixou a cabeça  mas olhou firme para o alto e viu a Jesus pronto para recebê-lo e intercedeu por seus algozes dizendo para Jesus o Autor e Consumador da fé:“Senhor Jesus não lhes imputes esse pecado”.
Observemos que Estevão não se dirige aos seus algozes para lhes perdoar aquele pecado, o que não lhe cabia e nem cabe a homem nenhum, pois as escrituras não se contradizem. Ele membro do corpo de Jesus, em comunhão íntima com a cabeça Jesus intercede por todos e o Senhor o ouve e salva Saulo de Tarso.

Um comentário:

Elias disse...

Leia também sobre o assunto:
http://eltimafonso.blogspot.com.br/2012/04/bencao-de-pedro-ou-maldicao-da-religiao.html